segunda-feira, 14 de janeiro de 2013

BIBLIOTECA: LOLA E O GAROTO DA CASA AO LADO!

Lola e o Garoto da Casa ao Lado - 285 páginas. Li em 7 dias. Dessa vez não demorei porque não estava afim que acabasse o livro, muito pelo contrário. Me apaixonei taaaanto por Anna e o Beijo Francês, e aí pensei que Lola seria no mesmo estilo por ser da mesma autora e tal. Mas acabei me decepcionando com o livro. Não é tão lindo quanto eu imaginei que seria. É lindo, mas de um jeito menos intenso. Sou muito mais o St. Clair do que o Cricket. E muito mais a Anna do que a Lola. 
Autora: Stephanie Perkins. Editora: Novo Conceito.
Aparência - A capa do livro não me agradou muito. A Lola da capa parece mais a menina de cabelo rosa do LazyTown do que a Lola que eu imagino. Apesar dela ser realmente a Lola descrita que usa peruca e se veste de uma forma diferente a cada dia. O Cricket é exatamente como o descrito, [apesar de ter imaginado ele mais bonito] com calças listradas, pulseiras de borracha e uma estrela na mão. Só que ainda assim a capa não me agradou. A fonte usada no título da capa eu achei linda. A fonte do interior do livro é menor do que o Anna, e isto me incomodou um pouco porque precisei usar óculos. O detalhe dos números da página achei muito fofo. Folhas amareladas. Espaçamento ótimo.
 Meu Resumo: Lola é uma garota de muita personalidade. A cada dia ela se veste com um estilo diferente e para isso vale até usar peruca. Um de seus desejos é ir vestida de Maria Antonieta no baile de inverno, com o vestido e a peruca que ela mesmo irá fazer. Sua mãe e seu pai não tinham condições de criá-las e então ela foi adotada pelo irmão de sua mãe. Este é Nathan, ele é casado com Andy, um casal de gays e pais superprotetores. Lola tem um namorado chamado Max, que ela imagina ser o amor de sua vida, mas seus pais não o aceitam como seu namorado. Além disso Lola tem um trauma e por isso não quer encontrar de jeito nenhum os irmãos Bell, seus ex-vizinhos da casa ao lado. Certo dia os vizinhos voltam para morar na antiga casa e ela se vê ainda sentindo atração pelo Cricket Bell. Só que Lola tem Max. E agora?
 Gostei - A abordagem do assunto "casal gay adota criança". Acho tão errado quem é contra isso. As crianças são tão ingênuas e puras que nenhuma delas veem problema algum. Mas são os adultos que querem encontrar problema em tudo e implantam o preconceito na cabeça das crianças. Lola vem mostrar que não é vergonha nenhuma ter pais gays.
O estilo de Lola é fantástico. Ela é do tipo de pessoa que se expressa através da roupa que está vestindo e não se importa se as outras pessoas vão achar que ela está feia. Uma frase dela eu achei ótima: "Não acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias"
O modo como Cricket, mesmo sem ter certeza dos sentimentos de Lola, a espera e faz de tudo pra estar junto dela de qualquer forma.
Aparece no livro dois personagens do livro Anna. Eu não vou falar quem é, é claro. Mas acho que muitos já sabem. Sem spoilers nos comentários, lindas!
Personagens favoritos: Cricket [Garoto da Casa ao Lado], Andy [pai de Lola], Nathan [pai de Lola], Norah [mãe da Lola]
Não gostei - A Lola apesar de ter uma super personalidade é uma garota muito indecisa. Ok, que ela gosta do Max por ser o seu primeiro namorado, mas ela também não decide se gosta ou não do Cricket. Não deve ser tão difícil assim, quando ela tem que decidir entre um ogro e um cara lindo! E essa enrolação é quase o livro inteiro e por isso não curti.
Piores personagens: Max [namorado da Lola].
Lola não é a pior personagem, mas ela me irritou várias vezes. Sempre alguma coisa no personagem principal me irrita, então não leve pelo lado pessoal, Lola.
 Resumo da orelha do livro: A contra capa dessa vez é um trecho do livro. [Esqueci de tirar foto da orelha #fail]

A designer-revelação Lola Nolan não acredita em moda... Acredita em trajes. Quantos mais expressiva for a roupa - mais brilhante, mais divertida, mas selvagem -, melhor. No entanto, apesar de o estilo de Lola ser bizarro, ela é uma filha e amiga dedicada, com grandes planos para o futuro. E tudo está perfeito (mesmo com seu namorado roqueiro), até os gêmeos Bell - Calliope e Cricket - voltarem ao seu bairro.

Quando Cricket - um inventor habilidoso - sai da sombra de sua irmã gêmea e volta para vida de Lola, ela finalmente precisa lidar com uma vida de sentimentos pelo garoto da casa ao lado.
Top 10 7 frases:
  1. "Não acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias" [Lola] Pág. 10
  2. "Portanto, nenhum dos dois é a 'mulher' da relação. Os dois são homens gays. Dã" [Lola] Pág. 30
  3. "Até onde consigo lembrar, eu costumava conversar com a Lua. Pedia orientação. Existe algo profundamente espiritual em seu brilho pálid, sua superfície povoada de crateras, sua fase crescente e sua fase minguante. Ela usa um vestido novo a cada noite, ainda que seja sempre ela mesma." [Lola] Pág. 91
  4. "- Sabe do que a gente precisa? - pergunta ela [Norah]. [...] - O quê? - Chá. Precisamos de chá" Pág. 152. Marquei porque me fez lembrar P.S. Eu te amo, que a Holly sempre fala que quando tem um problema alguém sempre lhe oferece um chá. Mas neste livro o chá é pra "ler as folhas"
  5. "Cerejas representam o primeiro amor. Em outras palavras, este caminho onde você está leva ao primeiro amor." [Norah] Pág. 155
  6. "Então você acredita em segunda chance? [Lola] - Segunda, terceira, quarta. O que for preciso. Por mais tempo que leve. Se for a pessoa certa [Cricket] - Se essa pessoa for... a Lola? - Só se a outra pessoa for o Cricket."
  7. "Ser uma boa pessoa, ou uma pessoa melhor, ou seja lá com que você esteja preocupada e tentando consertar... Isso não deveria mudar quem você é. Significa tornar-se mais você mesma."
Onde achar: Saraiva (nos lugares que eu sempre pesquiso só encontrei na Saraiva)
Quero deixar claro uma coisa. Tudo o que eu falo sobre o livro é somente a minha opinião e o meu ponto de vista. Não estou aqui para falar a verdade absoluta sobre um livro. Longe disso. Estou aqui para mostrar o que eu achei e para debater com vocês o que vocês acharam. Por isso peço para comentar o que acha do livro.
Vocês já leram esse livro?
Gostaram da resenha?
Comente o que achou, mas cuidado com os spoilers ok?
Beijos, obrigada por tudo!

18 comentários:

  1. Deve ser bem bacana esses livros, também adoro fazer resenhas ((: http://it-karolmoreira.blogspot.com.br/2013/01/resumindo-minhas-ferias.html

    ResponderExcluir
  2. que tema legal trás esse livro, principalmente a parte do casal gay adotando uma criança, também não vejo problema nenhum, as crianças realmente são puras e veem o que ha de melhor dentro de cada um.
    eu geralmente também não gosto das personagens principais, depende muito hahaha
    adorei sua resenha.
    beijão
    http://croquidemoda.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Muito bom encontrar alguém que também tem algo contra personagens principais, achei que era a única haha

      Beijos

      Excluir
  3. posso falar: AMEI isso de listar as top frases!
    Ficaria chateada se eu usasse descaradamente essa ideia em algum momento?
    hahahaha

    Beijos
    Jeane Freitas Viés Feminino

    ResponderExcluir
  4. Adorei a frase da pag 10. "Não acredito em moda. Acredito em figurino. A vida é curta demais para sermos a mesma pessoa todos os dias". Minha cara essa frase. Bjus!!!

    galerafashion.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
  5. já ouvi falar muito desse livro e sua resenha me deixou com mais vontade de ler.
    já vou providenciar.
    ja seguindo.
    beijos
    agnes
    http://www.rosachocante.com

    ResponderExcluir
  6. Apaixonada pela resenhar tão bem feita hahaha sério!
    Eu ainda não tenho o costume de ler muito (infelizmente) então fico feliz quando encontro uma resenhar assim, bem feitinha, porque assim eu consigo decidir se teria vontade de ler o livro ou não. Esse em especial não faz o meu tipo de leitura, acho que eu o abandonaria hehe. Vou acompanhar sempre suas resenhas por aqui.

    Beijo grande!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fiquei muito feliz com o elogio, acho que as vezes eu me empolgo e falo até demais sobre o livro, do tanto que eu quero passar o que achei haha Qual o seu tipo de livro? Leia sim, é tão bom, pelo menos eu gosto!

      Beijos :*

      Excluir
  7. Estou louca pra ler esse livro, mas não estou esperando muita coisa porque duvido que possa ser tão incrível quanto Anna e o Beijo Francês! O St. Clair é sensacional!!! E é Paris, né gente..
    Beijos!!

    Am
    http://www.vinteepoucos.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Não sei também porque criei tanta expectativa :( Anna é o livro mais lindo always! Não faz sentido comparar.

      Beijos :*

      Excluir
  8. Vitória, só pra avisar que já respondi o meme que vc me indicou tá?! Passa lá pra conferir!!!

    Obg pela indicação , eu adoreii ter participadooo!

    beijOOOO
    ^^

    http://www.achadosdabrunna.com.br/

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigada por responder, já estou indo conferir :)

      Beijos :*

      Excluir
  9. Eu estou cheia de expectativas pra ler este livro, não sei ainda se gostei da capa (preciso avaliar melhor) rs..e como vc disse, ela parece a garota de lazy Town! rs >< gostei das frases.. me deixou com mais vontade de le-lo! háhá :B

    SORTEIOS NO BLOG - http://tinyurl.com/bkxnd97

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. E não foi só eu que percebi, minhas amigas também. Não gostei, mas também não odiei, só poderia ter ficado melhor... Haha
      Leia sim, o livro é bom!

      Beijos :*

      Excluir
  10. Legal a sua resenha.
    Gostei da frase 7.
    http://plumasepaets.blogspot.com.br/

    ResponderExcluir
  11. Me identifiquei com Lola, tbm sou designer e tenho quase o mesmo pensamento que ela, sendo que eu incorporo meus personagens do dia a dia... rsrs

    http://aadooro.blogspot.com.br

    beijos
    Carol Peclat

    ResponderExcluir
  12. Eu tenho o livro mais ainda não tive tempo de ler, adorei sua resenha

    ResponderExcluir